Gravata2-2

Caminho dos Pescadores (Trilha do Gravatá)

Reconhecido oficialmente por lei desde 2013 o Caminho dos Pescadores liga o Retiro da Lagoa à pequenina, mas também belíssima, Praia do Gravatá, a pérola do leste na Ilha. Seu trajeto, embora curto, revela-se pródigo de paisagens naturais percorrendo áreas de preservação permanente em meio à Mata Atlântica. Não obstante, ramais secundários do caminho ainda conduzem a mirantes naturais com visuais encantadores, embora nenhum deles com estrutura para visitação, como o da “Pedra do Urubu”, cuja vista da formosa Lagoa da Conceição e praias Mole e da Galheta deleitam os mais variados olhares.

Características

Apesar do número crescente de turistas, principalmente no verão, a “Trilha do Gravatá” ainda hoje continua sendo até no nome, com justiça, o Caminho dos Pescadores. Embora o gado ainda possa ser visto, eventualmente, pelos pastos tomados pelo mato, as roças das antigas plantações se foram, permanecendo somente a pesca como atividade tradicional de longa data na região, seja da tainha que movimenta o simpático rancho de pesca na praia de areia fina, ou dos pesqueiros no costão da Ponta do Gravatá, como o buraco do sargo e o cantinho do pampo que fazem até hoje a alegria dos homens do mar.

O leito do Caminho dos Pescadores é largo permitindo até o presente a passagem de animais de carga, como cavalos de serão (espécie de balaio confeccionado de cipós e bambus usados ao par), utilizados no transporte, inclusive de víveres, durante a época da tainha. Do ramal principal, com trechos de chão batido e pedras, alguns fortemente erodidos, e outros de areão, partem trilhas como a que conduz a um conjunto de pedras com vista privilegiada do Retiro da Lagoa logo após a subida inicial do caminho. Já ao final dele são os sulcos das oficinas líticas nas pedras da praia que chamam a atenção.

Antes dos açorianos, navegadores europeus e até dos primeiros índios a pisar na região da Ponta do Gravatá, conhecida já há alguns bons séculos pela espinhosa Dyckia encholirioides (Gaudich.) Mez, as pedras, tomadas pelo abundante gravatá, seguiam o seu próprio caminho no tempo geológico até chegarem ao presente sob formas curiosas, como de onda, cabeça de tartaruga e outras, como no próprio Caminho dos Pescadores e no cocuruto da “Cabeça do Dragão”, como também é conhecida a ponta, repletas de caneluras de dissolução, que não fossem explicadas cientificamente bem que poderiam passar por autênticas obras bruxólicas.

Especificações técnicas

Início: Retiro da Lagoa, Rodovia Jornalista Manoel de Menezes (SC 406), [referência número ou quilômetro].
Final: Praia do Gravatá.
Trajeto: Retiro da Lagoa (altitude: 37 m) até a Praia do Gravatá (altitude: 0 m) pelo Caminho dos Pescadores.
Distância total aproximada: 1,3 quilômetros.
Duração estimada: 54 minutos.
Desníveis de subida: ±68 m e de descida: ±102 m.
Condições específicas: sem acesso à água potável e grande parte do trajeto com exposição direta ao sol.

Mapa da trilha principal

Trechos adicionais da trilha

Compartilhe essa trilha com seus amigos
Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on twitter
Trilhas

Caminho da Costa da Lagoa

Percorre a orla oeste da Lagoa da Conceição até a comunidade tradicional da Costa da Lagoa. É um caminho secular que passa por sítios históricos, tais como ruínas, engenhos, sobrados e casarões, além de belíssimas paisagens. Destaque para gastronomia local. Dica Floripa Hike: Aproveite a parada na cachoeira, almoce em alguns dos restaurantes locais e volte de barquinho aproveitando um passeio completo.

Leia mais »
Trilhas

Caminho dos Pescadores (Trilha do Gravatá)

O Caminho dos Pescadores liga o Retiro da Lagoa à pequenina, mas também belíssima, Praia do Gravatá. Seu trajeto, embora curto, revela-se rico de belezas naturais. Ramais secundários do caminho ainda conduzem a outros mirantes naturais encantadores como o da “Pedra do Urubu” com 141 m de altitude, cuja vista da Lagoa da Conceição e praias Mole e Galheta divide os olhares com a prática de rapel no local.
Condições específicas: Grande parte do trajeto com exposição direta ao sol e risco de queda no vazio.

Leia mais »
Trilhas

Trilha da Boa Vista

Localizada no interior do Monumento Natural Municipal da Galheta, a trilha liga a comunidade a da Barra da Lagoa à praia da Galheta. Tradicionalmente utilizada por pescadores, tem como destaques seus mirantes naturais que permitem contemplar toda a costa leste da ilha. Dica Floripa Hike: Levar bastante água e se proteger do sol, pois a trilha é bastante aberta. Passando a praia da Galheta para a praia Mole, a dica é pedir um Açaí para se refrescar tomando um banho nas águas geladas de mar aberto.

Leia mais »
Trilhas

Caminho dos Naufragados

Num dos cenários mais deslumbrantes da Ilha de Santa Catarina um pacote histórico completo sobre Florianópolis. Decididamente não faltam atrativos ao extremo sul da Ilha, sendo o Caminho dos Naufragados o principal meio de acesso a ele. De oficinas líticas, de antes da chegada dos navegadores europeus, a ruínas de engenhos, em funcionamento até o século passado, a Praia dos Naufragados ainda é uma joia natural ladeada por 03 Unidades de Conservação (UCs): o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro (PEST) e as Áreas de Proteção Ambiental (APAs) do Entorno Costeiro e da Baleia Franca.

Leia mais »
Trilhas

Trilha do Saquinho

A Trilha do Saquinho une a antiga comunidade do Rio das Pacas, famosa por sua cachoeira, a um dos lugarejos mais lindos e isolados de Florianópolis: a Praia do Saquinho. Calçada pelos próprios moradores, no término do século passado, a trilha segue atualmente, em grande parte, pelo Monumento Natural Municipal da Lagoa do Peri. Seu trajeto, embora curto, pela encosta do morro acima da Ponta das Pacas, permite a companhia de uma encantadora vista panorâmica até a Pedra da Vigia, onde surge aos olhos a fascinante Praia do Saquinho, encravada no pequenino Saco do Caldeirão.

Leia mais »
Trilhas

Trilha do Morro do Lampião

O Caminho do Morro do Lampião é hoje o principal meio de acesso à Pedra do Urubu, um dos mirantes naturais mais populares de Florianópolis. Sua vista panorâmica abarca uma grande extensão do leste da Ilha de Santa Catarina com a linda Ilha do Campeche ao fundo. Embora curto em extensão não faltam atrativos ao caminho na forma de mirantes naturais em várias direções, o que torna a caminhada um verdadeiro deleite visual.

Leia mais »